2016

Fevereiro de 2016
3 de fevereiro, Alvaro Santos Simões Junior, O decadentismo português na óptica do periodismo carioca
10 de fevereiro, Diamantino Antunes, O Processo de Missionação cristã e e as relações Europa-África
12 de fevereiro, Maria Lêda Oliveira, A autobiografia de um baiano de Setecentos que queria ser papa
29 de fevereiro, Stephen Croucher, Development, state of and future of intercultural communication

Março de 2016
8 de março, Nuno Jardim Nunes (presidente da ARDITI), O papel das artes e humanidades no desenvolvimento da tecnologia informática
9 de março, Luciana Deplagne, Christine de Pizan e Olympe de Gouges: duas escritores feministas avant la lettre
23 de março, Márcia Jardim Rodrigues e Marcelino da Costa Alves Júnior, Percalços “Brajan” na Guiana Francesa: algumas provocações
30 de março, Gabriela Silva (investigadora de pós-doutoramento da CAPES), A literatura contemporânea portuguesa: novas identidades de escritas

Abril de 2016
5 de abril, Pamela Puppo, Afinal, o homem já não veio do macaco? Genética e evolucionismo: o estado atual de uma grande questão científica
7 de abril, Frei Herculano Alves (Ordem dos Frades Menores Capuchinhos), A influência da Bíblia na literatura medieval portuguesa
13 de abril, Mário Avelar (Universidade Aberta), Literatura e Cinema
22 de abril, João Luís Nunes (Universidade de Coimbra), As primeiras mulheres matemáticas na Universidade de Coimbra

Maio de 2016
4 de maio, Eliane Vasconcelos, Pesquisa no Arquivo Literário Fundação-Casa de Rui Barbosa (Rio de Janeiro)
11 de maio, Ruben Eiras, O Valor Estratégico dos Oceanos na Segurança Energética
18 de maio, Patrícia Moreno, A saúde em Lisboa em 1887

Junho de 2016
1 de junho, Augusto Moutinho Borges, Hospital dos Estudantes da Universidade de Évora: história e arquitetura
8 de junho, João Miguel Tavares, Porque é que Portugal tem um problema tão grande com o liberalismo?
15 de junho, Carlos Carreto (Universidade Aberta), Economia e literatura na Idade Média: genealogia de uma metáfora
22 de junho, Rui Soares (presidente da Associação Internacional de Paremiologia), Provérbios e entendimento global

Julho de 2016
13 de julho, Lidice Meyer Pinto Ribeiro (Universidade Presbiteriana Mackenzie), A ação dos caifazes no abolicionismo em São Paulo, Brasil – ecos da utopia da libertação de cativos da Ordem da Santíssima Trindade
19 de julho, Rui Afonso (Núcleo de Estudos de Política da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro), Jorge Amado e René Depestre: arte, amizade e cumplicidade
20 de julho, Rui Sousa (CLEPUL), O livre-pensamento dos homens superiores. Algumas considerações a partir de Fernando Pessoa
22 de julho, António Brehm (professor da Universidade da Madeira), A sorte do rei
27 de julho, Maria Teresa Gonçalves Pereira, A correspondência de Monteiro Lobato

Setembro de 2016
29 de setembro, Barbara Gori, Tradutores italianos de Antero de Quental. Notas sobre os sonetos
30 de setembro, Francisco Louçã, A crise europeia e os meios de a evitar

Outubro de 2016
17 de outubro, Heloísa Martins Dias (UNESP), O romance Passagens, de Teolinda Gersão: a morte em três atos
19 de outubro, Leny Gomes (Centro Universitário Ritter dos Reis, de Porto Alegre), O jogo textual de Osman Lins
27 de outubro, Alexandre Guimarães (diretor do Centro de Comunicação e Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie), O mito de Hades em Gil Vicente e J. K. Rowling

Novembro de 2016
16 de novembro, José Luís Garcia (Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa), Aspetos da vida, obra e pensamento de Mário Domingues
21 de novembro, Osvaldo Vieira, O Messianismo na Ilha da Madeira nos Séculos XIX e XX

2017
Janeiro de 2017
9 de janeiro, Catarina Belo (Universidade Americana do Cairo), Temas da Filosofia Islâmica
11 de janeiro, Patrícia Monteiro (Universidade de Lisboa), Do profano ao sagrado: neoplatonismo e reformismo nas “artes da cal” no Alentejo
25 de janeiro, Márcia Abreu (UNICAMP), Trânsitos atlânticos: circulação de romances entre Portugal e o Brasil no século XIX

Fevereiro de 2017
1 de fevereiro, Rui Sousa, Uma particular forma de entender a superioridade
16 de fevereiro, Ricardo Franco, Dramaturgia da narrativa heteronímia pessoana

Março de 2017
17 de março, José Ignacio Ruiz Rodriguez, Apresentação das obras Concílio de Trento. Inovar na Tradição e Fabricar a Inovação. O Processo Criativo em questão nas Ciências, nas Artes e nas Letras

Abril de 2017
5 de abril, Maria João Coutinho e Simion Doru Cristea (CLEPUL), Drácula e a sua história
19 de abril, Rafael Costa Mendes (Université Sorbonne Nouvelle-Paris 3, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul-Brasil), Traduzir: poesia e criação em Haroldo de Campos
26 de abril, José Brissos-Lino (Universidade Lusófona), Lutero, um construtor da Modernidade

Maio de 2017
10 de maio, Jonatas Silva Meneses (Universidade Federal de Sergipe), Fabricar Religião no Brasil: o caso da Igreja Universal do Reino de Deus
22 de maio, Jair de Almeida Júnior (Universidade Presbiteriana Mackenzie), Aquele Abraço: o discurso identitário cultural brasileiro que se abre para o mundo
25 de maio, Fábio Ruela Oliveira (Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná), Trajetórias intelectuais no exílio: Adolfo Casais Monteiro, Jorge de Sena e Vítor Ramos (1954-1974)
31 de maio, Pedro Delgado Alves (presidente da Junta de Freguesia do Lumiar), Transparência no Serviço de Funções Públicas

Junho de 2017
8 de junho, Márcio Matiassi Cantarin (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), (Re)descobrir Maria Archer: permanências e ruturas
9 de junho, Fernando Dolabela, Empreender é coisa de criança
19 de junho, Riccardo Campa, O perfil italiano da cultura europeia
26 de junho, Moizeis Sobreira (Universidade Estadual de Campinas), Os romances da biblioteca da rainha Carlota Joaquina
28 de junho, Vítor Silva, A robotização do mundo. O futuro da Humanidade e a utopia da construção de uma aristocracia global
30 de junho, Américo Aguiar (administrador da Rádio Renascença), A recuperação do património religioso em Portugal: o caso de sucesso da Torre dos Clérigos

Julho de 2017
3 de julho, Paulo de Assunção (Universidade de São Paulo), José Figueiredo de Seixas e o Tratado de Arruação: dimensões do urbanismo português
12 de julho, Luis Girón Negrón (Universidade Harvard), La alcahueta en el Edén y otras leyendas midráshicas: la Biblia romanceada de rabí Moshe Arragel
17 de julho, Josineide Santana (Universidade Estadual de Maringá/GEPHED), O papel das fontes para a História da Educação Confessional em Sergipe
19 de julho, Gislaine Valadares, As representações do feminino no período compreendido entre os séculos XVII e XIX pela ótica das imagens fílmicas
25 de julho, Marco Daniel Duarte (Serviço de Estudos do Santuário de Fátima e Museu do Santuário de Fátima), Fátima: Arquitetura, Arte e Iconografia
31 de julho, José Nilo Diniz (Universidade Federal de Santa Catarina), O mapeamento dos rios e a construção das fronteiras de Angola

Setembro de 2017
29 de setembro, José Manuel Pureza (deputado pelo Grupo Parlamentar do BE), Economia e política: desafios globais
29 de setembro, Paula Teles (presidente do Instituto das Cidades e Vilas com Mobilidade), A utopia da acessibilidade plena: para a construção de cidades felizes

Outubro de 2017
2 de outubro, Fernando Marques (Departamento de Artes Cénicas / Instituto de Artes da Universidade de Brasília), Da inexistência de Deus, segundo Shakespeare, Machado de Assis e Drummond
9 de outubro, Carlos Filipe (CECHAP), Mármore Global: antiga e duradoura indústria global portuguesa
11 de outubro, Pedro Gil (diretor do Gabinete de Informação do Opus Dei), O que é o Opus Dei: mito e história
18 de outubro 2017, Alexandre Honrado (Universidade de Lisboa), Novas missões; utopia e distopias; a experiência messiânica. O ano de 1917 na especificidade portuguesa
20 de outubro, Ana Maria de Souza (UniRitter), A tentação do pacto auto(biográfico) em Caderno de memórias coloniais e O Retorno
25 de outubro, Mauro Póvoas (FURG), Mulheres e literatura: um panorama das escritoras rio-sul-grandenses no século XIX
27 de outubro, Carlos Zorrinho (deputado do Parlamento Europeu e professor catedrático da Universidade de Évora), A União Europeia: passado, presente e futuro

Novembro de 2017
2 de novembro, Marcelo Alves de Barros e Valéria Andrade (UFCG-Brasil), Viagens de Josefina Álvares de Azevedo, ontem, hoje e amanhã
6 de novembro, Ângelo Correia (perito em Relações Luso-Árabes), O Islão: uma visão cultural e geopolítica
22 de novembro, João de Almeida (diretor da Antena 2, Rádio Pública) e Luís Caetano (diretor de programas da Antena 2, Rádio Pública), Uma Rádio de Serviço Público: passado, presente e futuro
29 de novembro, Manuel Frias Martins (Universidade de Lisboa), A espiritualidade clandestina de José Saramago

Dezembro de 2017
13 de dezembro, António Ventura (Universidade de Lisboa), A Maçonaria: História e Mito
29 de dezembro, José António Falcão (Ministério da Cultura), Património como capital simbólico e como valor acrescentado em termos económicos

2018
Janeiro de 2018
3 de janeiro, Nelma Santos, Os roteiros da Nau Catrineta: uma cartografia sem fronteiras
10 de janeiro, Manuel Carmelo Rosa, A Fundação Calouste Gulbenkian: uma história ao serviço da Cultura e da Educação
15 de janeiro, Porfírio Silva, A arquitetura teológica de Vieira
17 de janeiro 2018, Luís Ferreira, Do laboratório ao mercado: a história da NZYtech
24 de janeiro, Jonatas Silva Meneses, A Enciclopédia das Religiões Brasileiras
31 de janeiro, Paulo Drumond Braga, Um pretendente ao trono de Portugal nas teias de Salazar: D. Duarte Nuno de Bragança (1907-1976)

Fevereiro de 2018
7 de fevereiro, Paulo de Assunção, A  imperatriz Amélia de Leuchtenberg: a rosa e os espinhos da vida
9 de fevereiro, Eliane Robert Moraes, Puta, putida, putus: devaneios literários em torno da prostituta
14 de fevereiro, Fernando Marques, Damião de Góis ou O humanismo derrotado — ideias humanistas e iluministas em Portugal e no Brasil
21 de fevereiro, Marize Malta, Objetos do mal: os enjeitados na história da arte
23 de fevereiro, Cristiana Lucas Silva, Representações do Estrangeiro na Cultura Portuguesa
26 de fevereiro, Clara Almeida Santos, Media e construção da realidade: o caso do “arrastão” de Carcavelos

Março de 2018
2 de março, Saulo Thimoteo, O Padre António Vieira em banda desenhada: os sermões e os processos de adaptação
7 de março, António Amaral, O “a-fazer” da verdade como desafio ético em Aristóteles
8 de março, Alfredo Teixeira, Os usos da memória religiosa no campo artístico — sob o signo da transação
12 de março, José Candeias, Rádio e humanização da sociedade: a arte de comunicar com todos e para todos
14 de março, Manuel J. do Carmo Ferreira, Um novo Darwin das Ciências Humanas — René Girard
21 de março, João Paulo Malta, A dignidade do ser humano desde a conceção até à morte natural: temas fraturantes da atualidade
28 de março, Rui Oliveira Soares, Medicina à flora da pele: Progressos e Perigos da Dermatologia

Abril de 2018
5 de abril, Dalexon Sérgio da Silva, Uma análise discursiva da neopentecostalização do pentecostalismo clássico nas igrejas Assembleias de Deus do Brasil e Portugal
11 de abril, José Frazão Correia, Entre-tanto: as dinâmicas da vida e a vida da alma em quatro linhas

Maio de 2018
11 de maio, João Oliveira, Democracia e liberdade: desafios globais 1a parte; 2a parte
12 de maio, José Eduardo Franco, Marquês de Pombal, o calcanhar de Aquiles da historiografia portuguesa 1a parte; 2a parte
16 de maio, Carlos Vaz Marques, A arte da pergunta em Rádio
23 de maio, Marta Marecos Duarte, A correspondência de Francisco de Pina e Melo no marco cultural e estético da Ilustração Portuguesa
28 de maio, Cláudia de Castro Caldeirinha, Liderança feminina na Europa: onde estamos e onde vamos
30 de maio, Tania Martuscelli, Mário-Henrique Leiria e a construção do mito