DIREÇÃO

  • José Eduardo Franco (Diretor)

Publicações de caráter científico:

– Franco, José Eduardo e Reis, Bruno Cardoso (2017). Fátima, Lugar Sagrado Global, Lisboa: Círculo de Leitores.

– Franco, José Eduardo e Reis, Bruno Cardoso (2017). “Redenção, messianismo político e sebastianismo ortodoxo em Frei Sebastião de Paiva”, in Dimas, Samuel, Epifânio, Renato e Lóia, Luís (coord.), Redenção e Escatologia: Estudos de Filosofia, Religião, Literatura e Arte na Cultura Portuguesa, Vol. II, Tomo I, Lisboa: Universidade Católica Editora.

– Franco, José Eduardo (2017). Prefácio à obra de Isabel Baltazar Portugal e a Ideia de Europa, Lisboa: Theya.

– Franco, José Eduardo (2017). Prefácio ao livro de Paulo Mendes O Marquês de Pombal e o Perdão dos Judeus, Lisboa: Theya.

– Franco, José Eduardo (2017). Introdução e seleção de textos da obra do Padre Manuel Antunes, sj, Anatomia do tempo presente e a política do futuro: Portugal, a Europa e a Globalização, Lisboa: Bertrand.

– Franco, José Eduardo (2017). Prefácio ao livro de Miguel Real Traços fundamentais da cultura portuguesa, Lisboa: Planeta.

– Franco, José Eduardo e Fiolhais, Carlos (2016). Jesuítas, construtores da globalização: Uma História da Companhia de Jesus, Lisboa: Correios.

– Franco, José Eduardo (2016). “A História como constru(cria)ção: Uma ciência entre a verdade e a ficção”, in Rita, Annabela e Cristóvão, Fernando (coord.), Fabricar a inovação: O processo criativo em questão nas Ciências, nas Letras e nas Artes, Lisboa: Gradiva.

– Franco, José Eduardo (2016). “Um poeta madeirense herdeiro do círculo do Orpheu? Vasco da Gama Rodrigues e a sua ideografia do Portugal futuro” (com publicação de carta inédita a António Quadros), in Maior, Dionísio Vila e Rita, Annabela, 100 Orpheu, Viseu: Edições Esgotadas, pp. 257-271.

– Franco, José Eduardo (2016). “A Ideia (Religiosa) de nacionalidade: processos de mitificação da nacionalidade na cultura portuguesa”, in Couto, Edilece Souza, Silva, Marco Antônio Nunes da e Souza, Grayce Mayre Bonfim (org.), Práticas e vivências religiosas: Temas da história colonial à contemporaneidade luso-brasileira, Salvador-Vitória da Conquista: EDUFBA/Edições UESB, pp. 15-36.

– Franco, José Eduardo e Lucas, Cristiana (2016). “Antitridentismo em Portugal”, in Franco, José Eduardo et al. (dir.), Concilio de Trento: Innovar en la tradición: Historia, Teología y Proyección, Alcalá de Henares: Universidad de Alcalá de Henares, pp. 397-408.

– Franco, José Eduardo (2016). Prefácio à obra de Maria Paula Lago e Aida Sampaio Lemos Naceo & Amperidónia: Novela sentimental epistolar, Lisboa: Esfera do Caos.

– Franco, José Eduardo (2016). Prefácio à obra de Jerónimo Dias Leite Descobrimento da Ilha da Madeira, Funchal: Associação Académica da Universidade da Madeira.

– Franco, José Eduardo e Oliveira, Luiz Eduardo (2016). Coautor do Editorial da REVEC: Revista de Estudos de Cultura da Universidade Federal de Sergipe, Nos. 4, 5, 6 e 7.

Intervenções em eventos científicos:

– “Fátima, de santuário nacional a santuário global”, Congresso Internacional do Centenário de Fátima – Pensar Fátima: Leituras Interdisciplinares, Centro Paulo VI, 22 de junho de 2017.

– “Para uma História Global dos Jesuítas”, Assembleia Geral da Sociedade de Estudos Jesuítas, Institute for Advanced Jesuit Studies do Boston College, 19 de junho de 2017.

– “Trade of Stereotypes – Jesuits versus Protestants: Constructing the image of the Heretics in Vieira’s works” (em coautoria com Paula Carreira), evento científico sobre Encounters Between Jesuits and Protestants in Asia and the Americas, Institute for Advanced Jesuit Studies do Boston College, de 14 a 18 de junho de 2017.

– “O milagre como experiência holomística”, II Jornadas de Cristianismo Contemporâneo, Auditório Armando Guebuza, 7 de junho de 2017.

– “Religão e Protoglobalização: A globalização religiosa contemporânea como decalque laico de um projeto da universalização religiosa moderna”, II Congresso Lusófono de Ciência das Religiões, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, dias 27 e 30 de maio de 2017.

– “Fátima, Santuário Mundial: meios e modos de globalização da devoção a Nossa Senhora de Fátima”, Casa das Mudas, 27 de maio de 2017.

– “A ideia de Portugal na obra do Abade de Baçal”, Academia Portuguesa da História, 24 de maio de 2017.

– “Em torno dos sete saberes para o século XXI”, Encontro de Professores subordinado ao tema Trajetos e Caminhos em Projeto, Escola Humberto Delgado, 24 de maio de 2017.

– “Jogo de estereótipos: Representações de Lutero e Calvino na Obra de Vieira”, 11ª Conferência Internacional de Estudos Ibero-Eslavos, subordinada ao tema O espírito de Reforma e a Construção da Modernidade, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 16 a 18 de maio de 2017.

– “Fátima, Lugar Sagrado Global”, Auditório do Centro Social da Paróquia de Alfragide, 11 de maio de 2017.

– “A política do futuro e a visão da Europa na obra do Padre Manuel Antunes, sj”, Casa da Comarca da Sertã, 9 de maio de 2017.

– “Escrever sobre-tudo e publicar o relevante ou a escrita como poder na Companhia de Jesus”, Colóquio Visto de Coimbra – O Colégio de Jesus entre Portugal e o Mundo, Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, 5 e 6 de maio de 2017.

– “Retórica del Mito de la Identidad Proto-Nacional: El modelo mítico da proto-nación en las obras de Fernando Oliveira e Antonio Vieira”, encerramento do II Encontro Iberoamericano de RetóriaRetórica e Humanismo, Universidade Nacional Autónoma do México, 26 a 28 de abril de 2017.

– “Herir el corazón del catolicismo romano. El éxito europeu de la propaganda antijesuítica de Pombal” (em coautoria com Carlos Fiolhais), Congreso Internacional conmemorativo del aniversario de la expulsión de la Compañía de Jesús por Carlos III, El Puerto de Santa Maria (Cádiz), 3 a 6 de abril de 2017.

“Discursos Iluministas Utópicos e Anti-Utópicos em Portugal: O modelo da Europa iluminada e os seus negativos na propaganda reformista do Marquês de Pombal”, Congresso Internacional Tomás Moro e o sonho de um mundo melhor: Nos 500 anos da Utopia, Universidade Católica Portuguesa (Lisboa), 25 de novembro de 2016.

– “A urgência da utopia: perigos e virtualidades”, XVIII Colóquio de Outono dedicado ao tema Outros lugares: utopias, distopias e heteropias, Universidade do Minho, 17 e 18 de novembro de 2016.

– “Aplicação do herói messiânico à equação de Shakespeare: para uma comparação entre a utopia de Vieira e a de Kant”, Congresso Internacional 400 anos no diálogo das Artes: Skakespeare e Cervantes (1547-1616), Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 16 de novembro de 2016.

– “Congresso e progressos: notas históricas, modelos e práticas institucionais”, Seminários à Hora do Almoço, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2 de novembro de 2016.

– “A utopia como revolução: Utopias exclusivistas e inclusivistas”, Congresso Internacional do Espírito Santo: Génese, Evolução e Atualidade da Utopia da Fraternidade Universal, Alenquer, 17 de setembro de 2016.

– “A Misericórdia enquanto utopia possível: Santas Casas da Misericórdia e as obras de misericórdia como projeto de solidariedade integral” (em coautoria com Joana Balsa de Pinho), Congresso Internacional do Espírito Santo: Génese, Evolução e Atualidade da Utopia da Fraternidade Universsal, Fundação Calouste Gulbenkian, 15 de setembro de 2016.

– “A Inquisição e o espírito de reforma no tempo de Bocage”, Congresso Internacional Bocage e a Luzes do Século XVIII, Fórum Municipal Luísa Todi, 12 a 14 de setembro de 2016.

– “O tempo cultural e social de Vincenzo Lunardi”, Seminário sobre Vincenzo Lunardi: Um cientista lucano na época das Luzes, Biblioteca de Lucca (Itália), 2 de setembro de 2016.

  • Aida Sampaio Lemos (Secretária)

Publicações de caráter científico:

– Lago, Maria Paula e Lemos, Aida Sampaio (2016). (edição, fixação do texto, notas e glossário), Naceo e Amperidónia: novela sentimental epistolar, Lisboa: Esfera do Caos.

– Franco, José Eduardo, Lemos, Aida Sampaio e Pereira, Paulo S. (coord.) (2016). Vieira, esse povo de palavras, Lisboa: Esfera do Caos.

  • Joana Balsa de Pinho (Tesoureira)

 Publicações de caráter científico:

– Pinho, Joana Balsa de (2016). “Património arquitetónico das Misericórdias: os efeitos do processo de extinção das ordens religiosas”, Brotéria, 183, 1 (jul.), pp. 45-56.

– Pinho, Joana Balsa de e Nogueira, M. (2016). “Arquivo histórico de Aljezur: duas cartas de alforria do século XVII”, Al-Rihana: Revista Cultural do Município de Aljezur, 7, pp. 1-22.

 – Pinho, Joana Balsa de (2016). “A Casa da Misericórdia: para um novo paradigma interpretativo da arquitetura promovida pelas confrarias da Misericórdia no século XVI”, Cidade Solidária, pp. 128-137.

– Pinho, Joana Balsa de. “Padre António Vieira: a visão profética do mundo – entrevista a Pedro Calafate e José Eduardo Franco”, Café com Letras, n.º 3, pp. 54-61.

Intervenções em eventos científicos:

– “A Casa da Misericórdia de Braga: análise e contextualização das suas características arquitetónico-artísticas”, Colóquio Internacional Património cultural religioso: memória e identidade. A Misericórdia de Braga: devoção, generosidade e arte, Universidade do Minho, 8 e 9 de julho de 2017.

– “Portugese Confraternities of Mercy, their commission and use of artworks: art and material culture to promoting an institutional identity”, International conference The Role of Religious Confraternities in Medieval and Early Modern Art, ZRC SAZU France Stele Institute of Art History, 11 a 13 de maio de 2017.

– “A Casa da Misericórdia de Tavira e a arquitetura promovida pelas Misericórdias no século XVI”, Tavira, Património e Artes, Câmara Municipal de Tavira, 22 de abril de 2017.

– “As Casas da Misericórdia: rede de provimento de cuidados de saúde em Portugal na Época Moderna”, Simpósio Internacional VI Abriles del Hospital, Universidade de Zaragoça, 18 e 19 de abril de 2017.

– “A Casa da Misericórdia do Fundão: análise e contextualização arquitetónico-artística”, Misericórdia do Fundão: 500 Anos de Solidariedade, 3 e 4 março de 2017.

“Da Casa da Misericórdia quinhentista à Casa da Misericórdia setecentista: a Misericórdia de Viseu”, Colóquio Santa Casa da Misericórdia de Viseu: 500 anos de História, Viseu, 2016.

“The Houses of Mercy: a welfare presence in the Early Modern Portuguese cities”, RSA Conference 2016, Boston, 2016.

“A Misericórdia enquanto utopia possível” (em coautoria com José Eduardo Franco), Congresso Internacional do Espírito Santo, Lisboa, 2016.

 “As Misericórdias portuguesas e a encomenda de obras de arte”, Congresso Internacional do Espírito Santo, Alenquer, 2016.

 “A Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo: elementos para o seu conhecimento e valorização”, II Colóquio Conhecer a História: Viana do Alentejo e Aguiar no Portugal de Quinhentos, Viana do Alentejo, 2016.

 “La documentación de arquitectura: el caso de las Casas de Misericordia portuguesas (siglos XV y XVI)”, Simposio Internacional Obra congrua: 600 aniversario de la consulta de la Catedral de Girona, Girona, 2016.

Investigadores da CIDH

CARLOS SERRA

Publicações de caráter científico:

– Franco, José Eduardo (coord.). Dicionário dos Antis: a Cultura Portuguesa em Negativo. SERRA, Carlos et al. (equipa de revisão) (em preparação).

– Franco, José Eduardo; FIOLHAIS, Carlos (coords.). Obras Pioneiras da Cultura Portuguesa. SERRA, Carlos et al. (equipa de revisão) (em preparação).

– Franco, José Eduardo; HENRIQUES, António Castro (coords.). Sob o Signo do Pelicano: História do Montepio Geral – 1840-2015. Serra, Carlos et al. (equipa de revisão). Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2015, 548 pp., ISBN: 9789722724005;

– Franco, José Eduardo; TRINDADE, Cristina (coords.). Dicionário Enciclopédico da Madeira. Serra, Carlos et al. (equipa de revisão) (em preparação).

CATARINA PEREIRA

Publicações de caráter científico:

– Pereira, Catarina (2017). “O Turismo e as comunidades religiosas dehonianas no Norte e Centro de Moçambique – Um caso de estudo na Lusofonia”, in Lousada, Maria Alexandre, Ambrósio, Vítor (Eds.), Literatura, viagens e turismo cultural no Brasil, em França e em Portugal, Lisboa: Instituto de Geografia e Ordenamento do Território/ Universidade de Lisboa.

– “Santuário de Nossa Senhora dos Remédios: escada salutar”, in José Eduardo Franco (dir.), Joana Balsa Pinho (coord.), Lugares Sagrados de Portugal, col. 1, s.l., Círculo de Leitores, 2016, pp. 224-229, 978-972-42-5087-8.

Intervenções em eventos científicos:

– “The Noble Art of Mastering the Blade: Masters and students in Portugal (16th-19th centuries)”, 48th Annual Conference of the Association for Spanish and Portuguese Historical Studies, Nova Iorque, 16 a 19 de março de 2017.

– “Contra o mal de gerações – Legislação e práticas sanitárias no Porto na segunda metade do século XVI e século XVII”, PHÁRMAKON, Do combate da enfermidade à invenção da imortalidade, Lisboa, 26 a 28 de outubro de 2016.

– “O espaço das artes marciais na educação do nobre no iluminismo português”, V Jornadas de Língua Portuguesa e Culturas Lusófonas da Europa Central e de Leste, Zagreb, 30 de setembro de 2016.

CRISTIANA LUCAS SILVA

Publicações de caráter científico:

– Silva, Cristiana Lucas (2017). “O conceito sergiano de ‘estrangeirados’ no contexto da polémica saudosista”, in Carvalho, Sofia (dir.), Teixeira de Pascoaes, vol. II: A Arte de Ser Português e a Renascença Portuguesa, Lisboa: Edições Colibri, pp. 161-171.

– Silva, Cristiana Lucas e Franco, José Eduardo (2016). “Antitridentismo em Portugal. Um concílio como causa da decadência portuguesa e ibérica”, in Franco, José Eduardo, Rodriguez, José Ignacio Ruiz, Abreu, José Paulo Leite de e Cieszynska, Béata (dir.), Concilio de Trento: ennovar en la tradición. Historia, teologia y proyección, Alcalá de Henares: Universidad de Alcalá.

– Silva, Cristiana Lucas (2016). “Medeia na Pítica IV de Píndaro: a singularidade de uma feiticeira, musa e mulher”, in Rita, Annabela e Maior, Dionísio Vila (coord.), Entre Molduras. Da Metamorfose nas Artes, nas Letras, nas Ciências, Lisboa: Esfera do Caos.

– “Medeia na Pítica IV de Píndaro: a singularidade de uma feiticeira, musa e mulher”, in Annabela Rita e Dionísio Vila Maior (coord.), Entre Molduras. Da Metamorfose nas Artes, nas Letras, nas Ciências, Lisboa, Esfera do Caos, 2016, pp. 109-120. ISBN: 978-989-680-203-5.

– “Convento de Santo António de Varatojo”, in José Eduardo Franco (dir.), Lugares Sagrados de Portugal, vol. II (2 vols.), [Lisboa], Círculo de Leitores, 2016, pp. 113-118 . ISBN: 978-972-42-5099-1.

Dicionário Família Franciscana em Portugal: Ordens e Outras Formas de Vida Consagrada Católica em Portugal, direção de José Eduardo Franco, Cascais, Lucerna/ Princípia Editora, 2015 (autoria de entradas). ISBN: 978-989-8809-13-1.

– “O conceito sergiano de ‘estrangeirados’ no contexto da polémica saudosista”, atas do 2.º Congresso do Triénio Pascoalino (2014-2015-2017), subordinado ao tema A “Arte de ser Português” no Centenário da sua publicação.

Intervenções em eventos científicos:

– “‘Janízaros do papado’: os jesuítas e a decadência nacional”, Congreso Conmemorativo del 250 Aniversario del Extrañamiento de la Compañía de Jesús por Carlos III, Cádis, de 4 a 6 de abril de 2017.

– “A utopia do homem novo no pensamento de António Sérgio”, Congresso Internacional do Espírito Santo: Génese, Evolução e a Atualidade da Utopia da Universal, Alenquer, de 16 a 18 de setembro de 2016.

EUGÉNIA MAGALHÃES

Publicações de caráter científico:

– Magalhães, Eugénia (2017). “Erotismo e Metáfora no Discurso dos Místicos Portugueses do Renascimento e do Barroco”, Revista Didaskalia, Volume XLVII, 1, pp. 263-275.

– Redação das biografias de Acácio da Silva, Alexandre Santos, António Barrento, Armando Duarte, Delmar Barreiros, Gabriel Espírito Santo, João Ferreira, José Correia Gonçalves, Manuel Martins e Irmã Joana Gomes, para a obra Personalidades de Oeiras (*no prelo).

Mística e Psicanálise. Experiências do desejo e do Amor do Absoluto, Lisboa, Esfera do caos, 2016.

– “Nossa Senhora da Boa Estrela (e Complexo Sacral da Serra da Estrela)” para a obra Lugares Sagrados de Portugal, Franco, José Eduardo (dir.) vol. I e II, Lisboa, Círculo de Leitores, 2016.

– “Espiritualidade e Mística. A Inevitável Paixão Deus-humano” e “ “Os calados que calam. O silêncio que cria luz”, entradas para a obra Portugal Católico. A beleza que une a diversidade”- aceite para publicação.

– “Antierotismo” e “Antimisticismo” e “Antiquietismo”. Entradas para o Dicionário dos Antis: A cultura em negativo. Este dicionário é promovido pelo Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Universidade de Lisboa e pelo Instituto Europeu de Ciências da Cultura Padre Manuel Antunes e outras instituições científicas – entradas aceites para publicação.

– “Quietismo”. Entrada para o Dicionário das Heresias. Este dicionário é promovido pelo Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Universidade de Lisboa e pelo Instituto Europeu de Ciências da Cultura Padre Manuel Antunes e outras instituições científicas – entrada aceite para publicação.

Intervenções em eventos científicos:

– “Psicologia e Espiritualidade”, Instituto Universitário Justiça e Paz (IUJP), Coimbra, 27 de abril de 2017.

– “Toda a pessoa tem o nome: Amor” (em coautoria com Fernando Magalhães), XXXII Semana de Estudos Sobre a Vida Consagrada, Fátima, de 25 a 28 de fevereiro de 2017.

– “A mística como utopia”, Congresso Internacional do Espírito Santo: Géneses, Metamorfoses e Atualidades, Alenquer, de 16 a 18 de setembro de 2016.

FILIPE MOREIRA

Publicações de caráter científico:

– Moreira, Filipe Alves. “A Crónica Geral de Espanha de 1344 e a literatura historiográfica sobre Afonso XI”, in e-Spania. Revue interdisciplinaire d’études hispaniques médiévales et modernes, 25. URL: http://e-spania.revues.org/25888DOI: 10.4000/e-spania.25888

– Moreira, Filipe Alves (2017). “Para uma edição da ‘Crónica de D. Sancho I’ de Rui de Pina”, in Ribeiro, José Carlos Miranda (ed.), En Doiro Antr’o Porto e Gaia. Estudos de Literatura Medieval Ibérica, Porto: Estratégias Criativas e Universidade do Porto, pp. 751- 768.

– Moreira, Filipe Alves (2017). “Um novo fragmento medieval em língua portuguesa”, University of California, Berkeley (Weblog),
URL: http://news.lib.berkeley.edu/2017/09/11/um-novo-fragmento-medieval-em-lingua-portuguesa-2/

– Moreira, Filipe Alves, “Representações da Pérsia na Idade Média portuguesa e peninsular”, Portugal – Pérsia: 500 anos. Catálogo da exposição patente na Biblioteca Nacional em 2015, Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal, pp. 22-29 (*no prelo).

Intervenções em eventos científicos:

– “A ‘lenda da fundação do mosteiro de Alcobaça’: nova proposta explicativa para a sua génese”, V Colóquio Internacional A Nova Lisboa Medieval – 1147-1217: Caminhos do Ocidente e do Oriente, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, de 23 a 25 de outubro de 2017.
– “Entre a memória e o luxo: manuscritos cronísticos pergamináceos produzidos entre os reinados de D. Duarte e D. João III”, Interdisciplinary Conference on Iberian Manuscripts, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, de 19 a 21 de outubro de 2017.
– “As edições das crónicas régias de Fernão Lopes, Zurara e Rui de Pina: caraterísticas, métodos e problemas”, XVII Congreso Internacional de la Asociación Hispánica de Literatura Medieval, Universitá di Roma, setembro de 2017.

– “Clérigos e ação política na historiografia portuguesa (ca. 1350 – 1500): protagonismos e silêncios”, Encontro Internacional Ecclesia in chronicis: A geopolítica dos eclesiásticos através das crónicas no contexto da Guerra dos Cem Anos (1337-1453), Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, setembro de 2017.

– “Historiar o passado recente na baixa Idade Média portuguesa”, Ciclo de conferências passados próximos. Memória e História, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, maio de 2017.
– “A Escrita da História entre os reinados de D. João I e D. Manuel I”, Problemas e Metodologias II. Ciclo de conferências no âmbito do Seminário de Investigação 3º Ciclo, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, maio de 2017.
– “D. Afonso Henriques, Pedro Afonso e a fundação do mosteiro de Alcobaça: génese e percurso de uma lenda”, Seminário Permanente – Memória e Construção de Identidades nas Práticas de Escrita das Ordens Religiosas, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, novembro de 2016.
– “¿A qué nos referimos cuando hablamos de la ‘Crónica de 1344?’”, The 4th Annual Colloquium of the Estoria de Espanna Digital Project, University of Birmingham, 2016.

JACINTO JARDIM

Publicações de caráter científico:

– Jardim, J. (2017). “A promoção da cultura empreendedora como estratégia para o desenvolvimento do turismo rural”, in Sousa, F. Castro, Pereira, J. D. L. E Lopes, M. S. (coord.), Animação Sociocultural: Turismo Rural e Desenvolvimento Comunitário, Chaves: Intervenção, pp. 219-224.

– Jardim, J. (2017). “Os Atributos dos Empreendedores: Soft Skills, Competências Especificas e Valores”, VII Jornadas Fundações AEP | Serralves — Iniciativa e Realização, Porto: Fundação AEP, pp. 43-61.

– Jardim, J. (2017). Prefácio de Novas competências para novas exigências no cuidar, de Cláudia Moura (coord.), Porto: Euedito, pp. 4-5.

– Jardim, J. & Pereira, A. (2016). “Perceived impact of lifelong training in teachers”, Interacções, 42 (22-31). Disponível em http://www.eses.pt/interaccoes

– Galinha, S., Vala, P.G., Jardim, J., Pereira, A. (2016). “Leadership Perceptions of Teachers Who Hold Positions of Leadership, Management and Coordination”, Interacções, 42(32-43). Disponível em http://www.eses.pt/interaccoes

– Jardim, J., & Pereira, A. (2016). “Programa Brincadores de Sonhos: contributo para políticas educativas promotoras da cidadania e na cultura empreendedora” Livro de resumos do Congresso “Investigação em Qualidade de Vida, Inovação e Tecnologia, Revista da UIIPS (*no prelo).

Intervenções em eventos científicos:

– “O empreendedorismo, a leitura e o programa Brincadores de Sonhos”, Colóquio Dia Internacional das Cidades Educadoras, Auditório da Escola Abel Salazar (São Mamede Infesta), 11 de novembro de 2016.

– “Os Atributos dos Empreendedores: soft skills, competências específicas e valores”, VII Jornadas Empresariais das Fundações AEP e Serralves sob a temática Iniciativa e Realização, Fundação Serralves, 20 de outubro de 2016.

– “A promoção da cultura empreendedora como estratégia para o desenvolvimento do turismo rural”, I Congresso Internacional de Animação Sociocultural: Turismo Rural e desenvolvimento Comunitário, Ponte da Barca, 29 de abril de 2017.

JOANA LIMA

Publicações de caráter científico:

– Redação das entradas “Antiacordismo”, “Anti feminismo literário”, “Anticaritativismo”, “Anti-humanitarismo”, “Antilusofonismo”, “Antipoesia” e “Anti teoria literária” para o Dicionário dos Antis: a Cultura Portuguesa em Negativo (*no prelo).

 

JULIA BOGADO

– “Alógos”, “Dositeu (e Dositanos)”, “Elcasai (e Elcasaítas)”, “Mandeus (ou Mandeístas)”, “Nicolau (e Nicolaísmo)”, “Simão Mago (e Simonianos)”: entradas (aceites para publicação) para o Dicionário das Heresias, promovido pelo Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Universidade de Lisboa e pelo Instituto Europeu de Ciências da Cultura Padre Manuel Antunes e outras instituições científicas (* no prelo).

LILIANA ROMÃO

Intervenções em eventos científicos:

– “A Língua Como Utopia e a Distopia dos Projetos de Línguas Universais”, Congresso Internacional do Espírito Santo, Alenquer, 17 de setembro de 2016.

LINA OLIVEIRA

Publicações de caráter científico:

– Redação de cinco entradas para o Dicionário das Personalidades de Oeiras (*em preparação).

– Oliveira, Lina. Estudo Documental e Iconográfico sobre o Património Azulejar da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Oliveira de Samora Correia (*no prelo).

– “Análise das Iluminuras dos Forais Manuelinos de Alandroal, Terena e Juromenha”, in Forais Manuelinos. Juromenha, Alandroal, Terena (1512- 1516), Lisboa, edições Colibri, 2015, pp. 73-85.

– “A Iluminura do Frontispício do Foral Manuelino de Loulé – Análise Iconográfica e Iconológica”, in Al-‘ulyà- Revista do Arquivo Municipal de Loulé, nº 16, Loulé, Arquivo Municipal, 2016, pp. 95-107.

– Revisão do texto e da transcrição paleográfica do manuscrito inédito inserto na obra A Igreja e o Convento de Santa Maria do Carmo de Lisboa (1389 – 1755), da autoria de Célia Nunes Pereira, Lisboa, Associação dos Arqueólogos Portugueses – Museu Arqueológico do Carmo, 2016.

Estudo Documental e Iconográfico sobre o Património Azulejar da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Oliveira de Samora Correia (*no prelo).

MADALENA DA COSTA LIMA

Publicações de caráter científico:

– Guimarães, Bráulio de Sousa (2017). Apontamentos para a História da Província Portuguesa da Congregação da Missão, vol. i, edição crítica e notas de Madalena da Costa Lima, Lisboa: Esfera do Caos.

– Lima, Madalena da Costa e Neto, Maria João (2017). “Duas catástrofes históricas: o Grande Incêndio de Londres e o Terramoto de Lisboa de 1755 – efeitos no património artístico e atitudes de recuperação”, Conservar Património, Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal (ARP): Lisboa.

– “Igreja de Santa Maria (Marco de Canavezes)”, in FRANCO, José Eduardo (dir.), Lugares Sagrados de Portugal, vol. II, Lisboa, Círculo de Leitores, 2016, pp. 124-127; ISBN 978-42-5010-6

– “Igreja de Santo António (Portalegre)”, in FRANCO, José Eduardo (dir.), Lugares Sagrados de Portugal, vol. II, Lisboa, Círculo de Leitores, 2016, em coautoria com Patrícia Monteiro, pp. 128-131; ISBN 978-42-5010-6

– “Mosteiro de Jesus (Aveiro)”, in FRANCO, José Eduardo (dir.), Lugares Sagrados de Portugal, vol. I, Lisboa, Círculo de Leitores, 2016, pp. 165-167; ISBN 978-42-5010-6

Intervenções em eventos científicos:

– “Cartas pela salvaguarda do património no Portugal da Luzes: testemunhos de frei Manuel do Cenáculo e de Francisco Xavier Fabri”, Colóquio Internacional V Encontro CITCEM: As Linhas e as Letras: Epistolografia e Memória da Cultura Escrita, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, novembro de 2016.

– “Duas catástrofes históricas: o grande incêndio de Londres e o terramoto de Lisboa de 1755. Efeitos no património artístico e atitudes de recuperação” (em coautoria com Maria João Neto), Conferência Internacional Património Cultural: Prevenção, Resposta e Recuperação de Desastres, novembro de 2016.

– “A reforma das ordens religiosas em Portugal: uma utopia no final do Antigo Regime”, Congresso Internacional do Espírito Santo: Génese, Evolução e Atualidade da Utopia da Fraternidade Universal, setembro de 2016.

MARIA JOSÉ FIGUEIREDO

Publicações de caráter científico:

– Figueiredo, Maria José (2016). “Sinais exteriores de humanidade: a propósito de Born Yesterday, de George Cukor”, in Gouveia, Steven (org.), Filosofia e as Artes, Charleston: CreateSpace Independent Publishing, pp. 144-152.

– “Sinais exteriores de humanidade: a propósito de Born Yesterday, de George Cukor”, in Steven Gouveia (org.), Filosofia e as Artes, Charleston, CreateSpace Independent Publishing, 2016, pp. 144-152.

– “Basílica da Estrela”, in José Eduardo Franco e Joana Pinho (coords.), Lugares Sagrados de Portugal I, Lisboa, Círculo de Leitores, 2016, pp. 89-93.

– “Sinagoga de Lisboa”, in José Eduardo Franco e Joana Pinho (coords.), Lugares Sagrados de Portugal II, Lisboa, Círculo de Leitores, 2016, pp. 239-243.

Intervenções em eventos científicos:

– “Autoridade e não-violência em To Kill a Mockingbird, de Harper Lee/Robert Mulligan”, II Encontro Internacional O Cinema e as Outras Artes, Universidade da Beira Interior, setembro de 2017.

-“Paixão e Redenção: Double Indemnity (Pagos a Dobrar), de James M. Cain e Billy Wilder”, Congresso Internacional O Conto: o Cânone e as Margens, Universidade de Aveiro, maio de 2017.

MARIANA GOMES DA COSTA 

– “Da esfera da autonomia à da vida e desta à morte: Sobre o percurso da doença em Naissance de la Clinique, de Michel Foucault”, Atas do Congresso de História das Ciências da Saúde “Phármakon: Do combate da enfermidade à invenção da imortalidade”, CITCEM, Universidade do Porto (*no prelo).

– Coredação do verbete Antiexistencialismo (com Luís Machado de Abreu) para o Dicionário dos Antis: A Cultura Portuguesa em Negativo, Lisboa, INCM (*no prelo).

– Redação dos verbetes Fernandes, António Baptista; Laginha, António; Queiroz, Isabel; Portas, Paulo, para o projeto 250 Personalidades de Oeiras, Oeiras, Fundação Marquês de Pombal (em preparação).

PAULA CARREIRA

– “Promontorium Sacrum: Morada noturna dos deuses no limite do mundo”, in José Eduardo Franco (dir.), Lugares Sagrados de Portugal, vol. I, Lisboa, Círculo de Leitores.

– Dicionário Família Franciscana em Portugal: Ordens e Outras Formas de Vida Consagrada, Direção de José Eduardo Franco, Coordenação de Vítor Teixeira e Susana Alves-Jesus, Cascais, Lucerna/Princípia Editora (autoria de entradas).

Intervenções em eventos científicos:

– “A Trade of Stereotypes: Image and Counter-image of Protestantism and the Jesuits in Portugal; The Emblematic case of the work of Father António Vieira” (em coautoria com José Eduardo Franco), Simpósio Internacional Encounters between Jesuits and Protestants in Asia and the Americas, Boston College (EUA), de 14 a 18 de junho de 2017.

– “A aplicação do método na utopia do conhecimento no Iluminismo português”, Congresso Internacional do Espírito Santo: Génese, Evolução e Atualidade da Utopia da Fraternidade Universal, Alenquer, 17 de setembro 2016.

PAULO DRUMOND BRAGA

Publicações de caráter científico:

 – Braga, Paulo Drumond (2017). Nas Teias de Salazar. D. Duarte Nuno de Bragança (1907-1976) entre a Esperança e a Desilusão, Lisboa: Objectiva.

– Braga, Paulo Drumond (2017). “Morte e memória de uma rainha de Portugal: Maria Sofia Isabel de Neuburgo (1666-1699)”, Donne, Cultura e Societá nel Panorama Lusitano e Internazionale (Secoli XVI-XXI), Viterbo: Sette Città, pp. 93-107.

– Braga, Paulo Drumond (2017). “Sermões setecentistas portugueses de autos-da-fé”, LisbrosdelaCorte.es [em linha], n.º 6 (El Influjo de la Inquisición en la Sociedad y en la Ciencia de España y Portugal. Siglos XVII-XVIII), Madrid, pp. 223-232 [disponível em https://revistas.uam.es/librosdelacorte/issue/viewIssue/745/412].

– Braga, Paulo Drumond (2017). “A educação no discurso parlamentar feminino português (Estado Novo, 1935-1974)”, Revista Diálogos Mediterrânicos [em linha], n.º 12, Curitiba, julho de 2017, pp. 167-185.

– Braga, Paulo Drumond e Braga, Isabel Drumond (2016). “Vieira e os animais na obra parenética”, in Franco, José Eduardo, Lemos, Aida S. e Pereira, Paulo S. (ccord.), Vieira esse Povo de Palavras, Lisboa: Esfera do Caos, pp. 65-70.

– (2015). Uma Lança em África. História da Conquista de Ceuta. Lisboa: A Esfera dos Livros.

– (2015). Mulheres Deputadas à Assembleia Nacional (1935-1974). Lisboa: Assembleia da República, 2015.

– Braga, I. D. & Braga, P. D. (2015). “Nota de abertura”, in Braga, I. D. & Braga, P. D. (dir). Animais e Companhia na História de Portugal. Lisboa: Círculo de Leitores, pp. 7-11.

– Braga, I. D. & Braga, P. D. (2015). “Fazer a história dos animais”, in Braga, I. D. & Braga, P. D. (dir). Animais e Companhia na História de Portugal. Lisboa: Círculo de Leitores, pp. 13-31.

– Braga, I. D. & Braga, P. D. (2015). “Cães e gatos: animais de companhia por excelência”, in Braga, I. D. & Braga, P. D. (dir). Animais e Companhia na História de Portugal. Lisboa: Círculo de Leitores, 2015, pp. 127-153.

– Braga, I. D. & Braga, P. D. (2015). “Divertimento, utilitarismo e barbárie: a caça”, in Animais e Companhia na História de Portugal. Lisboa: Círculo de Leitores, pp. 185-215.

– Braga, I. D. & Braga, P. D. (2015). “Um espetáculo da morte: as touradas”, in Animais e Companhia na História de Portugal. Lisboa: Círculo de Leitores, pp. 217-245.

– Braga, I. D. & Braga, P. D. (2015). “A vida quotidiana em Ceuta durante o período português”, in Lisboa 1415 Ceuta. Historia de dos Ciudades / História de Duas Cidades. [Catálogo da Exposição]. [Lisboa]: Câmara Municipal de Lisboa, [Ceuta]: Consejería de Educación y Cultura, pp. 120-123.

– Braga, I. D. & Braga, P. D. (2016). “Vieira e os animais na obra parenética”, in Franco, J. E., LEMOS, A. S., Pereira, P. P. (dir.), Vieira esse Povo de Palavras. Lisboa: Esfera do Caos, pp. 65-70.

Intervenções em eventos científicos:

– “A homossexualidade feminina em perspetiva histórica”, Colóquio Internacional Sexe et Sexualité. De la Pratique Sociale à la Représentation Littéraire. Sexe Censuré, Sexe Revendiqué. Pratiques de l’Interdit, les Mots pour le Dire, Université Sorbonne Nouvelle (Paris 3), maio de 2017.

– “Parenética e defesa da Inquisição”, Colóquio Internacional Os Sefarditas e a Modernidade. Poderes, Crenças e Saberes, Lisboa, fevereiro de 2017.

– “A receção das obras de Monsenhor José de Castro na historiografia sobre D. Sebastião, D. Henrique e D. António” (em coautoria com Isabel Drumond Braga), Congresso Monsenhor José de Castro: Vida, Obra e Pensamento, Bragança, dezembro de 2016.

RICARDO PESSA OLIVEIRA

Publicações de caráter científico:

– Oliveira, Ricardo Pessa de (2017). “A Livraria do Convento de Nossa Senhora do Cardal (Século XVIII)”, Revista Diálogos Mediterrânicos, n.º 12, Curitiba, pp. 89-102.

– Oliveira, Ricardo Pessa de (2016). “Saúde e Dieta Alimentar. Os Doentes Assistidos pela Misericórdia de Pombal (1850-1910)”, in Soares, Carmen e Pinheiro, Joaquim (coord.), Patrimónios Alimentares de Aquém e de Além-Mar, Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra/ São Paulo: Annablume, pp. 433-453.

– Oliveira, Ricardo Pessa de (2016).“A Misericórdia de Pombal durante o período da Monarquia Constitucional”, in Araújo, Maria Marta Lobo de (coord.), A Intemporalidade da Misericórdia. As Santas Casas Portuguesas: Espaços e Tempos, Braga: Santa Casa da Misericórdia de Braga, pp. 311-333.

– Oliveira, Ricardo Pessa de (2016). “O delito da palavra. As proposições na vila de Pombal e freguesias limítrofes (séculos XVI-XVIII)”, Erasmo: Revista de Historia Bajomedieval y Moderna, n.º 3, Valladolid, pp. 112-124.

– Oliveira, Ricardo Pessa de (2016). “A Irmandade do Santíssimo Sacramento de Veiros, nos finais do Antigo Regime”, Lusitania Sacra, 2.ª série, tomo 33, Lisboa, pp. 255-268.

– Oliveira, Ricardo Pessa de (2016). “Entraves à Ascensão Social: Pretensões Indeferidas pelo Santo Ofício para Familiares e Comissários. O Caso da Vila de Pombal e Freguesias Limítrofes”, I Congresso de História e Património da Alta Estremadura, Batalha, CEPAE – Centro de Património da Estremadura, pp. 367-378 (edição digital).

 – História da Santa Casa da Misericórdia de Pombal (1628-1910), Pombal, Santa Casa da Misericórdia de Pombal, 2016, 464pp. ISBN 978-989-20-6499-4

– “Criminalidade Feminina nas Visitas Pastorais da Diocese de Coimbra. O caso da paróquia de Pombal (1649-1805)”, As Mulheres Perante os Tribunais do Antigo Regime na Península Ibérica, coordenação de Isabel M. R. Mendes Drumond Braga e Margarita Torremocha Hernández, Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2015, pp. 63-84. ISBN 978-989-26-1032-0

– “Ao Serviço do Sexo: a Bestialidade”, Animais e Companhia na História de Portugal, coordenação de Isabel Drumond Braga e Paulo Drumond Braga, Lisboa, Círculo de Leitores, 2015, pp. 247-271. ISBN 978-972-42-5081-6

– “Animais, Trabalho e Guerra”, Animais e Companhia na História de Portugal, coordenação de Isabel Drumond Braga e Paulo Drumond Braga, Lisboa, Círculo de Leitores, 2015, pp. 103-125 (em colaboração com Isabel Drumond Braga). ISBN 978-972-42-5081-6

– “Saúde e Dieta Alimentar. Os Doentes Assistidos pela Misericórdia de Pombal (1850-1910)”, Patrimónios Alimentares de Aquém e de Além-Mar, coordenação de Joaquim Pinheiro e Carmen Soares, Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, São Paulo, Annablume, 2016, pp. 433-453. ISBN 978-989-26-1190-7

– “A Misericórdia de Pombal durante o período da Monarquia Constitucional”, A Intemporalidade da Misericórdia. As Santas Casas Portuguesas: Espaços e Tempos, coordenação de Maria Marta Lobo de Araújo, Braga, Santa Casa da Misericórdia de Braga, 2016, pp. 311-333. ISBN 978-972-96038-7-7

 – “Azeite, Manteiga ou Margarina? As Gorduras Alimentares em Rosa Maria no Portugal de meados do século XX”,  L’Idomeneo, n.º 20, Lecce, 2015, pp. 177-196 (em colaboração com Isabel M. R. Mendes Drumond Braga).

– “O delito da palavra. As proposições na vila de Pombal e freguesias limítrofes (séculos XVI-XVIII)”, Erasmo: Revista de Historia Bajomedieval y Moderna, n.º 3, Valladolid, 2016, pp. 112-124.

– “A Irmandade do Santíssimo Sacramento de Veiros, nos finais do Antigo Regime”, Lusitania Sacra, 2.ª série, tomo 33, Lisboa, 2016, pp. 255-268.

 – “Entraves à Ascensão Social: Pretensões Indeferidas pelo Santo Ofício para Familiares e Comissários. O Caso da Vila de Pombal e Freguesias Limítrofes”, I Congresso de História e Património da Alta Estremadura, Batalha, CEPAE – Centro de Património da Estremadura, 2016, pp. 367-378 (edição digital).

Intervenção em eventos científicos:

– “A Inquisição Portuguesa durante o governo de D. João Cosme da Cunha (1770-1783)”, X Seminario Internacional La Corte en Europa. El influjo de la Inquisición en la sociedad y en la ciencia de España y Portugal (siglos XVII-XVIII), na Facultad de Filosofía y Letras da Universidad Autónoma de Madrid, dias 27 e 28 de outubro de 2016.

RITA BALSA DE PINHO

Publicações de caráter científico:

– Pinho, Rita (2017). “Intervenção Precoce e Práticas Inclusivas: O Olhar dos Educadores de Infância que Implementam o Modelo Pedagógico do Movimento da Escola Moderna”, in Borges, Maria Leonor, Luísa, Cláudia e Martins, Maria Helena (coord.), II Congresso Internacional Direitos Humanos e Escola Inclusiva: Múltiplos Olhares (pp. 225-242). Faro: Universidade do Algarve.

Intervenções em eventos científicos:

–  “O Paradigma Pedagógico Inaciano. Uma proposta de renovação pedagógica na metade do século XX”, II Encontro de Jovens Investigadores em Educação, Universidade do Minho (Braga), 2 e 3 de junho de 2017.

– “A Renovação pedagógica jesuíta na segunda metade do século XX”,  International Congress on Society, Education and Elites Historical Perspectives from the Enlightenment to the Digital Era, Universidade de Deusto (Bilbao), 7 a 19 de maio de 2017.

– “Intervenção Precoce e Práticas Inclusivas: O Olhar dos Educadores de Infância que Implementam o Modelo Pedagógico do Movimento da Escola Moderna”, II Congresso Internacional Direitos Humanos e Escola Inclusiva: Múltiplos Olhares, Escola Superior de Educação e Comunicação da Universidade do Algarve, 23 a 25 de fevereiro 2017.

– “Inclusão e participação: práticas educativas dos educadores de infância que implementam o modelo pedagógico do Movimento da Escola Moderna”, XXIV Colóquio AFIRSE Portugal, Lisboa, 2 a 4 de fevereiro de 2017.

RUI REGO

Publicações de caráter científico:

– Rego, Rui (2017). “A Ponderação do Outro na Racionalidade Prática: Thomas Nagel e o Princípio do Altruísmo”, in Soromenho-Marques, Viriato, et. al. (coord.), Um Pensar Para o Outro. Desafios Éticos Contemporâneos. Homenagem a Cristina Beckert, Lisboa: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa.

– “A Liberdade como Projeto Messiânico no Pensamento de Agostinho da Silva”, in CIESZYNSKA, Beata, SILVA, Fábio Mário da (org.), A Missão e o Messianismo nos Contextos Ibéricos e Eslavos, Lisboa, CLEPUL/IECCPMA, 2016, pp. 179-190 (ISBN – 978-989-8814-30-2).

– “Santuário do Monte de Santa Luzia”, in FRANCO, José Eduardo (coord.), Lugares Sagrados de Portugal: Espaços de Proteção e Harmonia, Lisboa, Círculo de Leitores, 2016, pp. 237-241.

– “Anti-intelectualismo” e “Anti-epicurismo” (com Rafael Veiga Coutinho), in FRANCO José Eduardo (coord.), Dicionário dos Antis: A Cultura Portuguesa em Negativo, Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 2017 [no prelo].

– “Filosofia”; “Albuquerque, Luís”; “Bettencourt, Jacinto”; “Estreito, João Afonso do”; “Fernandes, Xavier”; “Ferraz, José”; “Ferraz, Ricardo”; “Ferreira, Francisco”; “Fonseca, Augusto”; “França, Vasco”; “Franco, António”; “Freitas, Augusto”; “Freitas, Frederico”; “Freitas, João”; “Freitas, João”; “Freitas, José”; “Gaspar, Alfredo”; “Monteiro, João”; “Rocha, Vitúrio”; “Sarsfield, Alexandre”; “Sousa, Jacinto” e “Vale, Henrique” in FRANCO, José Eduardo (coord.), Dicionário Enciclopédico da Madeira (Agência Para a Cultura Atlântica/CLEPUL/USb/INCM [em execução].

Intervenções em eventos científicos:

– “Acerca do medo da morte: a filosofia epicurista e a sua crítica no pensamento português”, 6º Colóquio Internacional de Pós-graduação em Filosofia, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 18 a 19 de maio de 2017.

– “‘El arte de morir’: entre el occidente barroco de Pde. Vieira y el oriente de Buda” (em coautoria com Helena Carvalho), III Simposio Internacional Jóvenes Investigadores Del Barroco Iberoamerican, Universidad Pablo de Olavide, Sevilha, 13 a 15 de março de 2017.

– “Cura – Entre Epicuro e Ricoeur – Algumas notas de filosofia”, Congresso de História das Ciências da Saúde – Phármakon: Do Combate da Enfermidade à Invenção da Imortalidade, Museu da Farmácia (Lisboa), 28 de outubro de 2016.

– “Utopia e Universalismo no Pensamento Português”, Academia(s) em Interface – Utopia, Fnac do Colombo (Lisboa), 13 de outubro de 2016.

– “Por que razão havemos de ser lusófonos? Algumas notas sobre o pensamento de Agostinho da Silva”, V Jornadas de Língua Portuguesa e Culturas Lusófonas da Europa Central e de Leste, Faculdade de Filosofia da Universidade de Zagreb (Croácia), 29 de setembro a 1 de outubro de 2016.

– “O perdão como utopia: um princípio de ação entre o passado e o futuro”, Congresso Internacional do Espírito Santo: Génese, Evolução e Atualidade da Utopia da Fraternidade Universal, Alenquer, 16 a 18 de setembro de 2016.

SARA CARVALHAIS DE OLIVEIRA

Publicações de caráter científico:

– Oliveira, Sara Carvalhais (2016). “O desespero inconsciente em A Doença para a Morte”, in Ferro, Nuno e Lima, Paulo (coord.), Categorias Existenciais. Fim-Sentido-Ipseidade, Coimbra: Instituto de Estudos Filosóficos.

– Redação das entradas “Antiagnosticismo” e “Antifrancesismo” para o Dicionário dos Antis. A Cultura Portuguesa em Negativo (*em preparação).

– “Santuário de São Bento da Porta Aberta. Porta do Céu”, in Franco, José Eduardo (dir.), Lugares Sagrados de Portugal. Espaços de Proteção e Harmonia, vol. i, Lisboa, Círculo de Leitores, 2016, pp. 231-235;

– “O Desespero Inconsciente em A Doença para a Morte”, in Ferro, Nuno e Lima, Paulo (coord.), Categorias Existenciais. Fim-Sentido-Ipseidade, Coimbra, Instituto de Estudos Filosóficos, 2016, pp. 75-103: http://www.uc.pt/fluc/uidief/ebooks/categ_exist_definitivo (acedido a 22 jan. 2016).

Intervenções em eventos científicos:

– “Melancolia, histeria e o carácter opaco do ser humano em Søren Kierkegaard”, Congresso de História das Ciências da Saúde. Phármakon – Do Combate da Enfermidade à Invenção da Imortalidade, Museu da Farmácia (Lisboa), 26 a 28 de outubro de 2016.

SIMÃO SILVA

Publicações de caráter científico:

– Redação das entradas “Igrejas Neopentecostais”, “Pluralidades Religiosas Cristãs” e “Novas Pluralidades Religiosas Cristãs” para o Dicionário Enciclopédico da Madeira (*em preparação).

– Redação da entrada “Antibigbrotherismo” (em coautoria com Helena Carvalho) para o Dicionário dos Antis: Cultura Portuguesa em Negativo (*no prelo).

 

SUSANA ALVES-JESUS

Publicações de caráter científico:

– Alves-Jesus, Susana (2016). “Rembrandt pintor de Asenet, esposa de José do Egito e figura apócrifa do Antigo Testamento”, in Rita, Annabela e Maior, Dionísio Vila (coord.), Entre Molduras: Da Metamorfose nas Artes, nas Letras, nas Ciências, Lisboa: Esfera do Caos, pp. 341-347.

– “Mosteiro de S. Bento”, in José Eduardo Franco e Joana Balsa de Pinho (dir.), Lugares Sagrados de Portugal – vol. 1 (2 vols.): Espaços de Harmonia e Proteção, [Lisboa]: Círculo de Leitores, 2016, pp. 174-179. Autoria de Capítulo.

Dicionário Família Franciscana em Portugal: Ordens e Outras Formas de Vida Consagrada. Direção de José Eduardo Franco, Coordenação de Vítor Teixeira e Susana Alves-Jesus, Cascais: Lucerna/Princípia Editora, 2015. Autoria de Entradas e Coordenação de obra.

Intervenções em eventos científicos:

– “Para una cosmogonía de la dignidade humana (en el contexto de una retórica de los derechos humanos)”, II Encuentro Iberoamericano de Retórica – Retórica y Humanismo, Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM), 26, 27 e 28 de abril de 2017.

– “O deputado como ‘arauto da cidadania’: Para uma biobibliografia cívica de Manuel Sérgio”, Colóquio Internacional Professor Manuel Sérgio: Obra e Pensamento, Fundação Calouste Gulbenkian, 20 e 21 de março de 2017.

– “Direitos Humanos enquanto Utopia: Representações no quadro da Cultura Portuguesa”, Congresso Internacional do Espírito Santo: Génese, Evolução e Atualidade da Utopia da Fraternidade Universal, Alenquer, 16, 17 e 18 de setembro de 2016.

SUSANA VIEIRA

Publicações de caráter científico:

– Vieira, Susana (2017). “Na superfície silente do grito a ferida do gesto iniciático em Teixeira de Pascoaes e Gonçalo M. Tavares”, in Carvalho, Sofia A. e Franco, José Eduardo (coord.), Teixeira de Pascoaes — Pensamento e missão, Lisboa: Edições Colibri.

– Vieira, Susana (2017). “Recensão crítica a Os velhos também querem viver (de Gonçalo M. Tavares)”, Revista Navegações.

– Vieira, Susana, “O silêncio (de Maina Mendes) — a literatura como ponto de rutura; conciliação com a deformação”, Atas do Congresso de História das Ciências da Saúde Phármakon: Do combate da enfermidade à invenção da imortalidade, Porto: Universidade do Porto — CITCEM (*no prelo).

– Vieira, Susana, “Luís Amaro — o Autor em função de Revisor”, 100 textos sobre 100 autores portugueses do período 1912-2012, Lisboa: Universidade de Lisboa — CLEPUL (*em preparação).

– Redação da entrada “Antiliteratas”, para o Dicionário dos Antis: História da Cultura Portuguesa em Negativo, Franco, José Eduardo (coord.), Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda (*em preparação).

Intervenções em eventos científicos:

– “O silêncio (de Maina Mendes) — a literatura como ponto de rutura; conciliação com a deformação”, Congresso de História das Ciências da Saúde — Phármakon, Museu da Farmácia, Lisboa, 26 de outubro de 2016.

– “Na superfície silente do grito — a ferida do gesto iniciático em Teixeira de Pascoaes e Gonçalo M. Tavares”, Congresso Internacional Teixeira de Pascoaes, Centro Cultural de Amarante, 30 de março de 2017.

VANDA FIGUEIREDO

Publicações de caráter científico:

– Figueiredo, Vanda (2016). “Anticorpo como cultura negativa”, Revista Diacrítica, Série Ciências da Literatura, N.º 30/3, Húmus/ Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho.

“Edmundo de Bettencourt”, a publicar na obra 100 textos sobre 100 autores portugueses do período 1912-2012, Lisboa: CLEPUL (*em preparação).

– Redação dos textos sobre Almada Negreiros, Almeida Garrett, Cesário Verde e Mário Eloy para a obra Oeiras com Personalidade: 250 Figuras do Concelho de Oeiras, coordenada pelo Professor Doutor José Eduardo Franco, a publicar pela Esfera do Caos (*no prelo).

– Redação das entradas “Anticorpo” e “Antigalicismo” para o Dicionário dos Antis: História da Cultura Portuguesa em Negativo, coordenado pelo Professor Doutor José Eduardo Franco, a publicar pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda (*em preparação).

– “O corpo em excesso: uma leitura de A Farsa”, a publicar no Livro de Atas do Congresso de História das Ciências da Saúde: PHÁRMAKON – Do combate da enfermidade à invenção da imortalidade, CITCEM: Universidade do Porto (*em preparação).

Intervenções em eventos científicos:

– Apresentação de um póster científico sobre o projeto de doutoramento em desenvolvimento, Encontro com a Ciência e Tecnologia 2017, Centro de Congressos de Lisboa, de 3 a 5 de julho de 2017.

– Apresentação de um póster científico sobre o projeto de doutoramento em desenvolvimento, III Jornadas de Investigadores Júnior do Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho, Universidade do Minho, 1 de junho de 2017.

– “Teixeira de Pascoaes e Mário Cesariny: o(s) bailado(s) da existência”, Teixeira de Pascoaes: Pensamento e Missão. Congresso Internacional comemorativo dos 140 anos do seu nascimento e 65 da sua morte, Centro Cultural de Amarante, 30 de março de 2017.

– “Ser-em-projeto: movimento(s) da corporeidade”, Congresso Internacional Professor Manuel Sérgio: Obra e Pensamento, Fundação Calouste Gulbenkian, 21 de março de 2017.

– “O corpo em excesso: uma leitura de A Farsa”, Congresso de História das Ciências da Saúde: PHÁRMAKON – Do combate da enfermidade à invenção da imortalidade, Museu da Farmácia (Lisboa), 26 de outubro de 2016.

– “Mário Cesariny: uma poética do corpo”, I Colóquio Internacional Corpo em Perspectiva, Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia de Belo Horizonte, 23 de setembro de 2016 (por skype).