Coleção Brasil

 

 

 

Direção:

Vania Pinheiro Chaves

Tânia Regina De Luca

 

Conselho Científico:

Beatriz Weigert

Cláudia Poncioni

Enrique Rodrigues-Moura

Francisco das Neves Alves

Francisco Topa

Gilda Santos

José Eduardo Franco

Maria Aparecida Ribeiro

Maria Eunice Moreira

Virgínia Camilotti

 

Coordenação Editorial:

Joana Balsa de Pinho

 

Design Gráfico:

Jorge Vieira

 

Apresentação

A Coleção Brasil, publicada em formato eletrónico pela Cátedra Infante Dom Henrique para os Estudos Insulares Atlânticos e a Globali­zação – vinculada ao Centro de Literaturas e Culturas Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (CLEPUL) – em parceria com a Fundação Editora UNESP (FEU), visa dar a conhecer, tanto aos especialistas como ao público interessado, um amplo e significativo conjunto de textos inéditos ou esquecidos do patrimônio literário, histórico e cultural do Brasil, a par com ensaios redigidos por especialistas nacionais e estrangeiros sobre questões e temas novos ou pouco abordados no campo dos estudos brasileiros.

Nesse conjunto, lugar de destaque é atribuído a obras fundadoras da literatura brasileira, a textos dispersos de escritores luso-brasileiros e a documentos históricos e literários que ainda permanecem em manuscritos de localização e leitura difíceis ou cuja publicação no Setecentos ou no Oitocentos, em particular em periódicos e obras coletivas, há muito se apagou da memória cultural referente ao Brasil. A edição desses escritos de grande valor histórico e/ou estético em ebook,com ortografia atualizada, estudo introdutório e notas explicativas torna-los-á acessíveis a uma infinidade de leitores de todo o mundo.

Entre os primeiros volumes da coleção contam-se, além da obra com a qual a estamos inaugurando – a Descrição da Quinta de Belas, de Domingos Caldas Barbosa, praticamente esquecida mesmo entre os estudiosos  do Brasil e de Portugal após a sua edição princepsdatada de 1798 –, três coletâneas da poesia de José Basílio da Gama, entre as quais se destaca o poema latino Brasilienses Aurifodinae, até hoje inédito e não traduzido. O conjunto da poesia lírica deste importante árcade mineiro, que pertenceu à Arcádia Romana, glorificou a administração pombalina e residiu em Portugal a maior parte da sua vida, incluirá composições desconhecidas ou com versões diversas das anteriormente publicadas. Igualmente de assinalar é o volume em que serão publicadas as sátiras que, assinadas com pseudônimos, Olavo Bilac escreveu para alguns dos periódicos em que colaborou, tendo em seu testamento, segundo o testemunho de Eloy Pontes, proibido a sua reedição.

A coleção editará, por outro lado, ensaios resultantes de pesquisas recentes em áreas de conhecimento ainda não exploradas, levadas a cabo por investigadores que se dedicam ao estudo da cultura, da literatura e da história do Brasil, entre os quais a reconstituição e análise de um período fundamental da vida e da militância política de Jorge Amado, na altura em que esteve exilado na França e na Tchecoslováquia, e em que manteve estreita ligação com intelectuais e artistas estrangeiros com semelhante posicionamento ideológico, da autoria do investigador luso-canadense Rui Afonso, e oestudo da recepção de Lima Barreto em Portugal, realizado por João Marques Lopes, enquanto bolseiro da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro.

Estes são apenas os propósitos iniciais de uma série que busca ser extremamente profícua na divulgação de relevantes obras e documentos do e sobre o Brasil. Dirigida pelas Doutoras Vania Pinheiro Chaves (Universidade de Lisboa) e Tânia Regina De Luca (UNESP), a Coleção Brasil agrega um Conselho Científico formado por especialistas nos diferentes campos de conhecimento que abarca. Plurinacional, esse conselho reúne professores e pesquisadores de diversas instituições portuguesas, brasileiras e estrangeiras, cuja principal função é a avaliação das obras a publicar. A competência, isenção e o número destes conselheiros não os impede de publicar na Coleção Brasil, especialistas que são nas matérias que avaliam, sendo a apreciação do trabalho de um deles realizada por outros membros do referido Conselho.

Lisboa / São Paulo

Vania Pinheiro Chaves e Tânia Regina De Luca

colecao brasil

  • Volume IV
    Título: Olavo Bilac: sátiras
    Edição e estudo crítico: Alvaro Simões Junior
    Data: 2016
    Consultar | Descarregar